[1]
Y. Portela, “VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA: DIFICULDADE EM ROMPER O VÍNCULO AFETIVO EM UMA RELAÇÃO CONJUGAL VIOLENTA”, Rev. Bras. Sex. Hum., vol. 32, nº 2, dez. 2021.