O USO DE ESTIMULANTES DE EREÇÃO PELA POPULAÇÃO JOVEM

Autores

  • Juliano Duque Scheffer
  • Ocir De Paula Andreata

DOI:

https://doi.org/10.35919/rbsh.v26i1.148

Palavras-chave:

sexualidade atual, estimulantes sexuais, comportamento do homem jovem

Resumo

Das atividades humanas, a sexualidade é aquela que denota a autenticidade do indivíduo, pois mostra o estado de sua relação entre corpo, mente e sociedade. A cultura é um elemento mediador dessas relações, todavia sendo um elemento mutável na medida em que a sociedade se transforma na velocidade das liberdades e experiências. Este trabalho tem por objetivo pesquisar e refletir sobre o comportamento sexual da juventude atual, em estágio de alta velocidade de mudanças e exigências de adaptações, e, mais especificamente, sobre o uso não recomendado de estimulantes sexuais pela população jovem masculina. A metodologia utilizada foi a busca de dados estatísticos em publicações especializadas e a leitura reflexiva destes dados ao foco da pesquisa, visando contribuir para a discussão do tema em questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-03-26

Como Citar

Duque Scheffer, J. ., & De Paula Andreata, O. . (2020). O USO DE ESTIMULANTES DE EREÇÃO PELA POPULAÇÃO JOVEM. Revista Brasileira De Sexualidade Humana, 26(1). https://doi.org/10.35919/rbsh.v26i1.148

Edição

Seção

Opinativos e de Revisão