SEXUALIDADE E O MEIO AMBIENTE

Autores

  • Paulo Roberto Bastos Canella

DOI:

https://doi.org/10.35919/rbsh.v20i1.361

Palavras-chave:

Reprodução, prazer, população

Resumo

Considerando o meio ambiente como o espaço que os seres vivos ocupam no tempo, são feitas considerações sobre a influência recíproca entre a vida e o mundo em que nós, os humanos, e as demais espécies estamos instalados. É no meio ambiente que a vida se mantém pelo metabolismo dos alimentos e pelo exercício da sexualidade, para a preservação das espécies. Assinalam-se as diversas situações de interação entre a matéria viva e o meio ambiente, assim como as condições em que há interferências positivas ou negativas para o pleno exercício da atividade sexual e o prazer necessário para que a vida se mantenha no planeta. O humano e o meio devem estar em equilíbrio para um pleno exercício da sexualidade e a preservação da vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Roberto Bastos Canella

Prof Titular de Ginecologia UFRJ. Chefe do Ambulatório de Sexologia – Instituto de Ginecologia UFRJ. 

Downloads

Publicado

2020-08-28

Como Citar

Roberto Bastos Canella, P. . (2020). SEXUALIDADE E O MEIO AMBIENTE. Revista Brasileira De Sexualidade Humana, 20(1). https://doi.org/10.35919/rbsh.v20i1.361

Edição

Seção

TEMA: SEXUALIDADE, TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2