DEFINIÇÕES E DIAGNÓSTICO DA EJACULAÇÃO RÁPIDA

Autores

  • Bruno Silva Peixoto de Carvalho
  • Gisele Vajgel Fernandes
  • Adriano Almeida Calado

DOI:

https://doi.org/10.35919/rbsh.v18i1.424

Palavras-chave:

Ejaculação, definição, diagnóstico

Resumo

Com este artigo, os autores procuram estudar as definições e diagnósticos de uma das disfunções mais freqüentes na sexualidade humana: a ejaculação rápida (E.R.). Através de extensa revisão bibliográfica, diversas teorias e métodos foram abordados e, de uma maneira simplificada e de fácil compreensão, apresentados aos leitores. Após uma introdução necessária para melhor familiarização com o problema, foram discutidas as diversas definições existentes para esta condição tão importante para a satisfação sexual dos casais. Mostrou-se também algumas vertentes de pensamento para a etiologia da ejaculação rápida, dos estudos mais tradicionais até os mais recentes artigos publicados.E para finalizar foi apresentado o estado da arte no diagnóstico, detalhando a avaliação das ferramentas mais utilizadas para a formatação de ensaios clínicos, avaliação diagnóstica e seguimento terapêutico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Silva Peixoto de Carvalho

Mestrando em ciências médicas pela Universidade de Pernambuco.

Gisele Vajgel Fernandes

Mestranda em ciências médicas pela Universidade de Pernambuco. 

Adriano Almeida Calado

Doutor em urologia pela Unifesp.

Downloads

Publicado

2020-09-12

Como Citar

Silva Peixoto de Carvalho, B. ., Vajgel Fernandes, G. ., & Almeida Calado, A. . (2020). DEFINIÇÕES E DIAGNÓSTICO DA EJACULAÇÃO RÁPIDA. Revista Brasileira De Sexualidade Humana, 18(1). https://doi.org/10.35919/rbsh.v18i1.424

Edição

Seção

TEMA: SOBRE A EJACULAÇÃO