A EDUCAÇÃO SEXUAL E A PROTEÇÃO CONTRA O ABUSO

Autores

  • Verónica Gusmão
  • Mareio R. Schiavo
  • Pedro Jurberg

DOI:

https://doi.org/10.35919/rbsh.v14i2.532

Resumo

As manifestações da sexualidade, pelas crianças ("jogos sexuais infantis"), parece ser inata, já que se fazem presentes em todas as culturas. Quando a criança considera que a sexualidade é algo reprimido pelos adultos, passa a protegê-la destes, através da clandestinidade. O trabalho de orientação sexual contribui para a prevenção de problemas graves, como o abuso sexual. Cientistas reconhecidos, embora citados fora de contexto, passaram a ser usados por grupos defensores da pedofilia, como se estivessem apoiando a idéia de que as relações sexuais entre adultos e crianças nem sempre são prejudiciais a estas, podendo, mesmo, ser benéficas para a formação de sua sexualidade . É necessário que a criança diga sim às brincadeiras sexuais infantis; a fim de que, saciada em suas buscas de conhecimento, descobertas e curiosidades, possa dizer não ao abusador adulto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Verónica Gusmão

Professor do Mestrado cm Sc.rologin (UGFJ

Mareio R. Schiavo

Professor do Mcsrrndo cm Se.rologia (UGF)

Pedro Jurberg

Pesquisador-Titular do l11stiruro Oswoldo Cruz /Fiocruz 

Downloads

Publicado

2020-10-17

Como Citar

Gusmão, V. ., R. Schiavo, M. ., & Jurberg, P. . (2020). A EDUCAÇÃO SEXUAL E A PROTEÇÃO CONTRA O ABUSO. Revista Brasileira De Sexualidade Humana, 14(2). https://doi.org/10.35919/rbsh.v14i2.532

Edição

Seção

TEMA: ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES