A SEXUALIDADE ADULTA

UM ESTUDO SOBRE A ATUAÇÃO DO(A) PSICÓLOGO(A). DESAFIOS E CONTRADIÇÕES

Autores

  • Eliany Regina Mariussi
  • Sônia Cristina Vermelho

DOI:

https://doi.org/10.35919/rbsh.v25i2.155

Palavras-chave:

educação sexual, sexualidade, disfunção sexual feminina

Resumo

Esta pesquisa teve por objetivo analisar o tema da sexualidade na formação do psicólogo no Brasil. A pesquisa de campo ocorreu em dois momentos: primeiro, a realização de um curso de formação continuada para que o psicólogo pudesse trabalhar com as queixas de disfunções sexuais femininas dentro do seu consultório. Participaram dessa etapa cinco profissionais que atuavam em clínica. Após o curso, houve o acompanhamento delas com supervisão para auxiliar no emprego do conteúdo aprendido durante o curso, além de orientações para sanar as dificuldades que poderiam ocorrer. Ao final de dois meses de acompanhamento, elas declararam não se sentirem aptas para atender problemas sexuais. Na segunda etapa, foi realizada entrevista em profundidade com uma dessas psicólogas com a técnica “História de vida”, para investigar possíveis relações entre as dificuldades encontradas na clínica e experiências durante a infância e adolescência. Os resultados nos permitiram considerar que a falta de educação sexual em casa e no âmbito escolar, somada às experiências pessoais frustradas e parceiros sem habilidades sexuais, acabou por reforçar as dificuldades e o despreparo da profissional para atuar nessa área com seus pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-03-28

Como Citar

Regina Mariussi, E. ., & Cristina Vermelho, S. . (2020). A SEXUALIDADE ADULTA: UM ESTUDO SOBRE A ATUAÇÃO DO(A) PSICÓLOGO(A). DESAFIOS E CONTRADIÇÕES. Revista Brasileira De Sexualidade Humana, 25(2). https://doi.org/10.35919/rbsh.v25i2.155

Edição

Seção

Trabalhos de Pesquisa