EFEITOS COLATERAIS DOS ANTIDEPRESSIVOS SOBRE A SEXUALIDADE

Autores

  • Joaquim Dias do Nascimento Filho

DOI:

https://doi.org/10.35919/rbsh.v17i1.444

Palavras-chave:

Antidepressivos, efeitos adversos, sexualidade, efeitos de drogas

Resumo

Em pesquisa bastante ampla procuramos fazer uma revisão da literatura o mais completa possível. Embora a quantidade de trabalhos publicados seja muito grande, admitimos que haja um déficit considerável, visto que a maioria das pesquisas se resume em apresentação de casos isolados ou em pequenas séries. Considerável quantidade de trabalhos é em aberto e alguns poucos são placebo-controlados aleatórios com a comparação duplo-cego. Fizemos um estudo da função sexual e seu envolvimento com o uso dos antidepressivos, da fisiopatologia envolvida e da conduta para tentar resolver o problema. Foram feitas também considerações sobre os vários antí- dotos usados no tratamento e sobre alternativas terapêuticas. Concluímos que, apesar dos inúmeros trabalhos publicados, há necessidade de mais pesquisas com trabalhos placebo-controlados duplo-cego aleatório e com o uso rigoroso de escalas padronizadas que investiguem os parâmetros depressivos e as alterações da função sexual relacionada com o uso dos antidepressivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joaquim Dias do Nascimento Filho

Médico ginecologista. Pós-graduado em terapia sexual pela Sociedade Brasileira de Estudos em  Sexualidade Humana SBRASH e Faculdade de Medicina do ABC. Pós-graduado em Psicologia Médica pela Faculdade de Medicina da UFMG. 

Downloads

Publicado

2020-09-19

Como Citar

Dias do Nascimento Filho, J. . (2020). EFEITOS COLATERAIS DOS ANTIDEPRESSIVOS SOBRE A SEXUALIDADE . Revista Brasileira De Sexualidade Humana, 17(1). https://doi.org/10.35919/rbsh.v17i1.444

Edição

Seção

Artigos Opinativos e de Atualização