O PAPEL DA PSICOTERAPIA CONJUGAL NO TRATAMENTO DAS DISFUNÇÕES SEXUAIS MASCULINAS

Autores

  • Lina Wainberg

DOI:

https://doi.org/10.35919/rbsh.v16i2.459

Palavras-chave:

Terapia conjugal, terapia sexual, disfunções sexuais masculinas

Resumo

O conceito de sexualidade abrange muito mais do que a simples penetração pênis-vagina. Abrange todo o em redor, antes durante e depois do ato sexual propriamente dito. Toda a criatividade, o prazer, os "climas", as expressões não-verbais, os afetos... Desta forma, quando lidamos com as disfunções sexuais masculinas, tendemos a servir como recurso de ampliação da vivência de sexualidade. A visão do conceito de melhora também tende a ser ressignificada, conforme cada caso. O tratamento das disfunções sexuais pode obter um resultado mais eficaz e duradouro se abordado no tripé que o sustenta. O tratamento do quadro clínico identificado pode ser dificultado ou facilitado pela relação com a parceira. Esta relação interpessoal pode servir de apoio ou de desvalorização, por exemplo. A dinâmica conturbada do casal pode não suportar a presença de uma limitação parcial da sexualidade e não estar em condições de redimensioná-la. Desta forma, o entendimento preciso da forma como agem as emoções no casal em tratamento, pode funcionar como um recurso interessante. Compreender as lutas de poder, fronteiras interpessoais, flexibilidade ou rigidez, padrões de comunicação, relação com as famílias de origem, crenças, distribuições de papéis etc. devem embasar este entendimento. É fundamental que o casal possa desenvolver uma "distancia ótima", ou ainda melhor, "uma proximidade ótima". Para que a sexualidade possa se desenvolver são necessários dois indivíduos, ou seja, nada de um viver a vida do outro. Inevitavelmente, estaremos nos deparando com os conflitos internos de cada um dos parceiros. O intrapsíquico não poderá ser negligenciado. Até porque, para muitos homens, somente através de uma situação em que sua sexualidade é atingida, é que a busca terapêutica é admitida. A fragilidade vivenciada e entrega aos especialistas proporciona uma disponibilidade de reflexão e mudança. Disponibilidade que permite com que o casal troque receios, medos, frustrações que, talvez em nenhuma outra situação, trocariam. A utilização de técnicas de terapia sexual em paralelo às técnicas de terapia conjugal funcionam muito bem juntas e se complementando.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lina Wainberg

Psicóloga. Terapeuta de Casal e Fam lia. Mestre em Sexologia.

 

Downloads

Publicado

2020-09-27

Como Citar

Wainberg, L. . (2020). O PAPEL DA PSICOTERAPIA CONJUGAL NO TRATAMENTO DAS DISFUNÇÕES SEXUAIS MASCULINAS. Revista Brasileira De Sexualidade Humana, 16(2). https://doi.org/10.35919/rbsh.v16i2.459

Edição

Seção

TEMA: PSICOTERAPIA X OUTROS TRATAMENTOS NAS DISFUNÇÕES SEXUAIS