DOENÇA DE PEYRONIE E A SEXUALIDADE FALOCÊNTRICA

Autores

  • Renato Galvão do Rio Apa Filho
  • Paulo Roberto Bastos Canella

DOI:

https://doi.org/10.35919/rbsh.v15i1.516

Palavras-chave:

Doença de Peyronie, Pênis, Coito doloroso, Sexualidade masculina

Resumo

Apesar dos avanços no conhecimento da sexologia, em diversas áreas ainda existem muitas dificuldades a superar em um mundo falocêntrico onde a sexualidade masculina é considerada simples, direta e livre de intercorrências. A doença de Peyronie, patologia exclusivamente masculina de origem idiopática e inserida no conceito de diátese fibroblástica, possui extensa literatura propondo variados métodos para seu tratamento, porém pouco se tem dito quanto a seus reflexos na sexualidade masculina. Nessa perspectiva, tivemos como objetivo correlacionar as alterações provocadas por esta patologia a transtornos da sexualidade masculina e suas conseqüências diádicas. Neste trabalho estudamos a evolução desta patologia quanto a sexualidade, as emoções e as relações diádicas e a possibilidade dos sintomas da doença de Peyronie influenciarem a atividade sexual e a auto-estima através de ansiedade antecipatória e insegurança de desempenho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renato Galvão do Rio Apa Filho

Mestre em Sexo ogia - Mestrado em Sexo ogia da UGF.

Paulo Roberto Bastos Canella

Professor Titular - Mestrado em Sexologia da UGF e Instituto de Ginecologia da UFRJ.

Downloads

Publicado

2020-10-09

Como Citar

Galvão do Rio Apa Filho, R. ., & Roberto Bastos Canella, P. . (2020). DOENÇA DE PEYRONIE E A SEXUALIDADE FALOCÊNTRICA . Revista Brasileira De Sexualidade Humana, 15(1). https://doi.org/10.35919/rbsh.v15i1.516

Edição

Seção

Artigos Opinativos e de Atualização

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>